Realidade Aumentada & Seus Aplicativos no Mundo Real


Appy pie
By Appy pie  | March 23, 2018 8:13 am
Como Criar um Aplicativo

Como criar um aplicativo com Appy Pie: A última palavra no mundo da tecnologia, Realidade Aumentada ou AR encontrou seu caminho em nossas vidas e até mesmo em nosso vocabulário cotidiano. Seria chocante encontrar alguém que ainda não tenha ouvido falar sobre isso. Você encontrou essa aplicação em uma série de coisas, desde jogos para comércio eletrônico até educação e cuidados de saúde.

O que é Realidade Aumentada?

Embora a maioria das pessoas tenha ouvido falar sobre isso, há um grande número de pessoas que tem problemas para entender tudo o que isso compreende. A realidade aumentada é uma adição de elementos virtuais ou digitais nos ambientes do mundo real. Esses elementos ou objetos virtuais podem ser na forma de imagens, vídeos ou até dados interativos.

Portanto, o que acontece na Realidade Aumentada é que você vê o mundo real complementado com objetos digitais. Vamos tentar entender isso melhor através de um exemplo. Digamos que você queira comprar um sofá para a sua sala de estar, mas você não tem certeza qual e qual o tamanho que seria melhor neste espaço, que cores ficariam melhor ou qual estilo seria melhor com a sua decoração. É impossível trazer todas as cadeiras que você gosta em sua casa, e é exatamente onde AR ou Realidade Aumentada podem intervir. Com esta tecnologia, você poderia verificar como diferentes cadeiras ficariam no seu quarto e qual você mais gosta.

De acordo com pesquisas recentes, prevê-se que, até o ano de 2021, a receita gerada pelo mercado Realidade Aumentada / Realidade Virtual atinja 108 bilhões de dólares, e a Realidade Aumentada contribuiria com cerca de US$ 83 bilhões, o que indica que é realmente um mercado em expansão. Isso explica o porquê os gigantes digitais, incluindo o Facebook, o Google e a Apple, estão investindo fortemente nisso, e as pequenas empresas também estão seguindo o exemplo. Então, se você está entre aqueles que estão ansiosos para criar um aplicativo móvel de realidade aumentada, você vai precisar de uma compreensão mais profunda disso e um kit de desenvolvimento de software de realidade aumentada adequado ou SDK.

Nós, da Appy Pie, estamos aqui para ajudá-lo, informando os tipos de SDKs disponíveis no mercado para a realidade aumentada e quais os critérios que você deve considerar ao selecionar o software que você usaria para criar seu aplicativo de realidade aumentada.

Tipos de Aplicações AR

Comecemos pela primeira tentativa de entender os dois tipos diferentes de  aplicativos de Realidade Aumentada, para que você possa decidir qual tipo de aplicativo AR você vai construir.

Aplicativo AR Baseado em Marcadores

Os aplicativos móveis de realidade aumentada baseados em marcadores baseiam-se no reconhecimento de imagem. Esses aplicativos geralmente usam a câmera embutida em um dispositivo móvel e detectam marcadores ou padrões, por exemplo, imagens ou mesmo códigos como QRCode. Depois de reconhecer esse marcador ou padrão, o aplicativo de celular AR então justapõe informações digitais sobre a imagem obtida pela câmera. Alguns dos SDK mais avançados para a realidade aumentada podem até apoiar o reconhecimento de objetos da vida real ou marcadores 3D como eles são referidos.

Aplicativo AR Baseado em Localização

O segundo tipo de aplicativos móveis de realidade aumentada são os de localização. Esses aplicativos não precisam de marcadores como já falamos anteriormente, mas, no lugar disso, eles usam GPS, acelerômetros, compassos digitais e outros detectores de posição para verificar sua localização e gerar objetos de realidade aumentada. Um dos exemplos mais populares disso é o jogo Pokémon Go que foi viral recentemente. Existem outras aplicações como as que podem dar-lhe direção para onde seu carro está estacionado em um grande estacionamento.

Escolhendo o Kit de Desenvolvimento (SDK) Certo para Realidade Aumentada

Os aplicativos móveis de realidade aumentada podem ser uma novidade, mas há muitos kits de desenvolvimento de realidade aumentada disponíveis hoje devido à sua popularidade. A escolha definitivamente não vai ser fácil. O mais importante a se lembrar é que deverá considerar a funcionalidade principal do seu aplicativo para dispositivos móveis antes de escolher o SDK. Listados abaixo são alguns dos critérios proeminente aos quais você deve prestar atenção, o que o ajudaria a decidir qual SDK escolher.

#1 Tipo de Licença

Para qualquer empresário, o dinheiro deve estar no topo da lista de coisas a considerar. Portanto, é importante que você verifique os vários tipos de licenças oferecidas por cada um dos SDK de realidade aumentada. Existirá, é claro, licenças gratuitas e comerciais também. Embora os gratuitos sejam obviamente atraentes, mas oferecerão funcionalidades limitadas. Se você quiser criar um aplicativo móvel de realidade aumentada com uma funcionalidade rica e atrativa, você deve adquirir uma licença comercial.

#2 Plataformas Suportadas

Em quais plataformas você quer construir seu aplicativo? Claro, quase todos os bons SDK de realidade aumentada iria suportar iOS e Android. Se, no entanto, você decidir desenvolver um aplicativo, digamos, para o Windows, então você teria que verificar quais SDKs suportam esta plataforma. Existem alguns SDKs de realidade aumentada que são compatíveis com a Plataforma Universal do Windows ou o UWP, que podem ajudá-lo a criar aplicativos AR para smartphones e computadores, além disso, existem plataformas de realidade aumentada que podem permitir que você crie aplicativos AR para o MacOS. Mesmo que você não precise desses recursos agora, você deve manter uma mente aberta para o futuro.

#3 Suporte a Smart Glasses

A maioria dos aplicativos de realidade aumentada funcionam hoje através de smartphones, onde os usuários podem ver os objetos virtuais nas telas móveis ou de smartphones. Os óculos inteligentes (smart glasses) são os melhores! Usar óculos inteligentes significa que você não precisaria levar o dispositivo móvel em suas mãos, deixando-as livres para outras ações. Então, quando você escolhe um SDK que lhe fornecesuporte a óculos inteligentes, você está em vantagem e começa a criar aplicativos móveis AR que pertencem no futuro.

#4 Suporte a Unity

Um dos mecanismos de jogos mais avançados do mundo, o Unity normalmente é usado para criar jogos de computador e console. No entanto, também é capaz de alimentar aplicativos móveis de realidade aumentada. Pode ajudá-lo a criar alguns gráficos verdadeiramente surpreendentes para o seu aplicativo de celular AR. Consequentemente, é aconselhável considerar a compatibilidade do SDK com Unity. Apesar disso, algumas empresas preferem criar aplicativos nativos no iOS e Android, porque a Unity pode requerer recursos de forma intensiva.

#5 Reconhecimento na Nuvem

Caso o aplicativo móvel AR que você planeja construir precisa reconhecer um grande número de marcadores diferentes, então você deve verificar se o SDK é compatível com o reconhecimento em nuvem. O uso de reconhecimento em nuvem armazenaria os marcadores na nuvem e não no dispositivo, deixando-o livre para trabalhar da melhor maneira. O número de marcadores que seu aplicativo precisa reconhecer é importante, porque mesmo que haja SDKs que suportem uma centena de marcadores, há outros que suportam milhares.

#6 Reconhecimento No Dispositivo (local)

Se o aplicativo que você vai construir precisa apenas de um número limitado de marcadores, é uma boa idéia considerar um SDK que suporte reconhecimento local ou reconhecimento no dispositivo. Uma vez que os marcadores aqui estarão armazenados no dispositivo, o usuário não precisa entrar on-line para usar o aplicativo.

#7 Rastreamento 3D

As plataformas de realidade aumentada que estão no topo hoje têm suporte de rastreamento de imagem 3D, portanto, eles têm a capacidade de rastrear objetos 3D como canecas, cadeiras, cubos ou outros objetos da vida real. O alcance e as oportunidades do aplicativo móvel são ilimitadas com esse recurso. Por exemplo, imagine um aplicativo de realidade aumentada para jogos ou e-commerce que tenha o rastreamento 3D incorporado nele! A experiência do usuário seria inigualável!

#8 Geolocalização

Esta é uma necessidade quando você está criando um aplicativo móvel AR baseado em localização. Digamos que você deseja incorporar pontos virtuais de interesse para seu aplicativo AR que pode mostrar a estação de abastecimento mais próxima, ou cafés, você precisaria de um SDK que ofereça suporte à localização geográfica. Pokémon Go precisou disso também!

#9 Localização Simultânea e Mapeamento (SLAM)

Pode parecer intimidante quando dizemos localização e mapeamento simultâneos, mas o núcleo da tecnologia é realmente mais simples do que você pensaria. O SLAM permite que os aplicativos AR mapeiem um ambiente e acompanhem seus próprios movimentos. Permite criar mapas para navegação no interior de ambientes. Enquanto o GPS não funciona em ambientes fechados, o SLAM consegue esse feito. Isso apresenta diversas oportunidades para o desenvolvimento de aplicativos móveis AR.

Aplicações de Realidade Aumentada no Mundo Real

Agora que você tem uma idéia clara sobre o que é um aplicativo móvel Realidade Aumentada e como ele funciona, você deve saber também sobre os mercadoss e indústrias onde esta tecnologia pode ser aplicada. E você poderá até ser tentado a dizer Jogos, e não estaria errado, mas há muito mais do que isso. A Realidade Aumentada e sua aplicação na vida real não começam e terminam no Pokémon Go.

Há muitas coisas que você pode realizar com esta tecnologia de ponta que não tem nada a ver com o entretenimento, mas esse é provavelmente o primeiro pensamento pois é nessa indústria que começou o seu uso, pelo menos no sentido comercial. Comercialmente, a primeira vez que a tecnologia AR foi utilizada no ano de 1998, quando em jogos de futebol americano televisionado,s a linha amarela para marcar o “first-down”(pontuação de jogo) começou a aparecer para os telespectadore.

Vamos aprofundar um pouco mais e discutir as várias áreas no mundo real, onde a Realidade Aumentada como uma tecnologia encontrou sua aplicação.

1) Publicidade

Este é a área que deve estar a par de todas as tendências possíveis no mundo. Quer se trate da economia, dos esportes, da política ou de qualquer outro campo existente, a publicidade precisa estar à frente e sincronizada com tudo. A tecnologia é provavelmente o único campo mais importante para propaganda chegar a um resultado além do esperado. A Realidade Aumentada pode ser uma grande ferramenta para os anunciantes e os comerciantes, especialmente quando eles querem alcançar seus clientes de forma eficiente. Isso torna a publicidade muito mais interativa, trazendo um frescor ao conteúdo que as marcas querem enviar aos seus clientes. Como a AR é imersiva, ajuda a se conectar com os clientes em um nível emocional criando relacionamentos duradouros. Isto é excelente principalmente no contexto da publicidade hiperlocal. O engajamento que um anúncio baseado na realidade aumentada não só promove a venda, mas, mais importante, aumenta consideravelmente a consciência da marca.

2) Indústria

Para que as indústrias continuem a ser lucrativas, é importante estar a par das tecnologias mais recentes para que você possa manter uma vantagem competitiva em seu campo específico. A realidade aumentada tem potencial para que as empresas melhorem sua produtividade e qualidade. Embora existam muitas maneiras e etapas em que esta intervenção possa resultar rentável, uma opção é o uso de dispositivos AR por seus funcionários durante a fabricação como apoio e minimizando o erro humano, economizando tempo e aumentando sua eficiência geral.

3) Varejo

Esta é uma era digital de todos os modos imagináveis e as tendências de compras mudaram em sincronia com isso também. Hoje, milhões de clientes estão online para fazer compras e alguns deles preferem essa forma em comparação com lojas físicas. E por que não? As compras on-line economizam muito tempo, economiza dinheiro, pois os clientes podem comparar muitas ofertas sem ter que se deslocar, enquanto estão no escritório ou relaxando em casa. No entanto, o que acontece quando um cliente não gosta do que eles recebem? Isso não só significa muito aborrecimento para o varejista, mas também uma grande decepção para o cliente e o vendendor! Então, quando um revendedor faz um aplicativo móvel de realidade aumentada para seus negócios, ele está cuidando para que essa situação desagradável seja minimizada. Com a ajuda de aplicativos de comércio eletrônico com AR, os clientes podem virtualmente ver e até mesmo tentar esses novos produtos para ter certeza da maneira como ele vai olhar para eles. O IKEA Place é um dos exemplos mais populares de AR nas compras online, onde os usuários podem ver se um determinado móvel do catálogo é adequado ao seu espaço em casa ou escritório.

4) Navegação

Uma das icônicas aplicações do mundo real de AR está no campo da navegação. A idéia básica é sobrepor objetos virtuais ou elementos digitais em elementos, objetos ou ambiente do mundo real para que os usuários possam obter direções e orientações para chegar de um ponto para o outro. Muitas empresas começaram a usarnavegação com AR para atrair e guiar as essas pessoas para suas lojas. Yelp faz isso incrivelmente bem com sua opção Monocle que lhe dá opções de cafés e restaurantes nas imediações.

5) Manutenção & Reparos

Hoje, quando algo que você usa quebra ou se danifica, você tem duas opções, seja você mesmo conserta ou contrata um profissional para fazer isso por você. Quando você não sabe repará-lo, você terá uma boa quantidade de vídeos DIY e outros tutoriais. Com a realidade aumentada, no entanto, você tem uma nova opção na sua frente agora. Os aplicativos de realidade aumentada de hoje podem realmente ajudá-lo a realizar o reparo em tempo real. A Inglobe Technologies possui uma aplicação móvel AR que usa efetivamente soluções de realidade aumentada para ajudar os usuários a realizarem manutenção e reparos de seus automóveis.

Appy pie
About The Author

App Builder