11 Melhores Práticas Para Desenvolvimento de Aplicativos

March 13, 2018 By Appy pie -- Comments


Appy Pie, o número de usuários móveis aumentou exponencialmente e espera-se que cresça muito mais rápido. Para alguém que procura ganhar dinheiro com um aplicativo, ganhar dinheiro com um aplicativo, essa é uma tendência bastante promissora. À medida que o número de usuários móveis aumenta, a demanda por aplicativos móveis só aumentará. No entanto, na pressa para desenvolver mais e mais aplicativos, é fundamental não perder a qualidade. Como você faz isso? Como você mantém a qualidade desses aplicativos que irão atingir o mercado em concorrência com os líderes de mercado existentes?

Este post do blog pretende destacar as 11 melhores práticas que o ajudarão no desenvolvimento de aplicativos móveis de qualidade para os usuários finais.

  1. Estude o Grupo de Usuários Alvo

Desenvolver um aplicativo pode ser um desperdício total de tempo se você não fizer esforços para analisar o público-alvo adequado, seus padrões de uso e as áreas problemáticas às quais o aplicativo estaria fornecendo solução. Antes de definir o  plano de desenvolvimento de um aplicativo, o desenvolvedor precisa entender na totalidade as necessidades que o aplicativo precisa abordar. Pode haver uma série de variáveis para isso, por exemplo, quem é o grupo de usuários pretendido, o motivo implícito para que o aplicativo seja desenvolvido etc. Além disso, algumas questões também precisam ser abordadas, como: a organização usará o aplicativo para marketing ou o aplicativo irá gerar receita e será tratado como um canal de vendas separado, uma característica particular se revelaria mais benéfica para o propósito pretendido. Ao desenvolver o aplicativo, o desenvolvedor precisa manter estes pontos em consideração.

  1. Preste Atenção Se o Aplicativo É Compreensível

O aplicativo precisa ser facilmente entendido pelo grupo de usuários alvo. É uma boa idéia, portanto, incluir um conjunto de instruções onde quer que você possa ou sentir a necessidade. Para desenvolver estas instruções, você também pode complementar o texto com gráficos interessantes e atraentes. Há momentos em que os desenvolvedores acreditavam que os recursos visuais eram auto-explicativos e os usuários tiveram dificuldade em entender a maneira como o aplicativo funciona ou o que ele faz. Se você cometeu o erro de sobrecarregar seu aplicativo com uma grande quantidade de imagens, há uma boa chance de que o usuário se perca na imagem visual e não seja capaz de usar o aplicativo completamente. Isso pode levar a perder interesse e abandonar ou mesmo desinstalar completamente o aplicativo. Use um bom equilíbrio de conteúdo visual e de texto e crie uma experiência visual que seja satisfatória e que valha a pena voltar.

  1. Determine o Processo de Desing Apropriado

É no plano que a chave para o sucesso do seu aplicativo reside. Por isso, quando você conseguiu elaborar uma metodologia de design adequada, você está definitivamente a caminho de construir um aplicativo móvel bem-sucedido. Em um recente relatório de melhores práticas móveis publicado pela Accenture, foi estabelecido com grande clareza que ter uma estratégia de projeto decisiva é de absoluta importância quando se trata de um “ambiente multiplataforma onde vários esforços podem estar em andamento simultaneamente”. Ao fazê-lo uma das técnicas que nunca deixa de funcionar é criar um storyboard. Nesta fase, o que você precisa fazer é listar a funcionalidade completa e os futuros componentes do seu aplicativo em um pedaço de papel para que você tenha definido a clareza na compreensão do que é necessário para realizá-lo. Fazer este exercício também irá ajudá-lo a eliminar ou a lidar com quaisquer problemas que possam surgir nesta fase do processo. O feedback nesta fase ajudará você no trabalho do design e aprimorá-lo de forma a garantir que o aplicativo seja bem aceito ao final pelo consumidor.

  1. O Núcleo Deve ser Robusto

Isto é o que vai ser o seu fabricante de dinheiro ou a fonte de receita para os clientes para quem você está fazendo o aplicativo. Portanto, certifique-se de que você desenvolva o aplicativo principal logo no início. Crie uma lista dos recursos mais importantes do seu aplicativo e se concentre nesses recursos mais fortes para desenvolver o núcleo do seu aplicativo. Todos os outros recursos e funcionalidades adicionais que você deseja adicionar ao seu aplicativo podem ser adicionados em etapas posteriores na forma de plugins. Esses plugins podem ser comprados pelos usuários mais tarde, à medida que eles sentem a necessidade dele. Fazer isso tornará o aplicativo leve e fácil de usar e mantendo uma alta velocidade de uso.

  1. Segurança Deve ser uma Preocupação Primordial

A informação, especialmente os dados e informações privados, é privilegiada e de grande importância para cada indivíduo. É comum para os desenvolvedores de aplicativos, em plataformas Android mais do que qualquer outro, pode exigir que os usuários produzam uma série de detalhes sobre si mesmos para usar o aplicativo. Esta informação, na maioria das vezes, visa melhorar a experiência do usuário de qualquer forma. É natural, portanto, que vários usuários estão um pouco hesitantes em fornecer seus dados pessoais ao aplicativo, eles apenas estão instalando o aplicativo pela primeira vez. Portanto, é importante que a empresa assegure aos usuários potenciais ou existentes que estariam fornecendo discrição, segurança e privacidade de qualquer informação ou dados que lhes forneçam. A capacidade de um desenvolvedor de aplicativos ou da empresa ser capaz de incitar uma confiança inata nos usuários é um dos maiores fatores que desempenham um papel no sucesso futuro do aplicativo. Os dispositivos móveis, e a internet em geral, tornaram-se vulneráveis ​​a ameaças e hacks no passado. Portanto, como desenvolvedor de aplicativos, você não precisa apenas incorporar os recursos inerentes de segurança da plataforma, mas também fazer uso de várias ferramentas, como a criptografia, para manter os dados sensíveis seguros. É fundamental ter a capacidade de limpar todos os dados de um dispositivo que foi perdido. Além disso, oferecer um mecanismo de backup automático para os usuários é uma ótima idéia, pois ajuda-os a ter certeza de que eles não precisam manter um backup dos dados.

  1. Testando

Como qualquer outro produto, um novo aplicativo deve ter seus contratempos inicias, como pequenos soluços. A este respeito, a realização de uma série de testes em todas as etapas é de grande importância. Testes separados são desenvolvidos em cada etapa e estágio de desenvolvimento, e é preciso prestar atenção a esse aspecto do desenvolvimento. Mas o teste do produto final é de grande importância também. Este teste precisa ser feito com os testadores beta, pois eles são os que executariam seu aplicativo de todas as formas possíveis e informarão sobre os erros e falhas ou quaisquer outros problemas que possam ter encontrado ao usá-lo. No entanto, é importante que você execute os testes beta com a ajuda de um número de testadores e não se limita a um único testador. Em cada etapa em que você encontrar qualquer problema, faça ajustes e mudanças para melhorar o aplicativo e execute-o através de testes novamente. Repita o processo até obter um aplicativo que funcione suavemente.

  1. Análise da Aplicação é Integral

Você criou um aplicativo e o lançou, mas como você sabe que tipo de impacto ele vai fazer? Quais são os problemas de desempenho e onde os usuários estão enfrentando problemas, quais recursos estão sendo apreciados e quais estão sendo ignorados? O ambiente móvel, infelizmente, nem sempre está conectado, o que torna difícil monitorar os cliques e outras análises de uso cruciais. Portanto, é importante incorporar o recurso de análise em seu aplicativo para entender como os usuários estão interagindo com o aplicativo. A análise irá ajudá-lo a identificar quais recursos do aplicativo são um sucesso com os usuários e quais são um grande fiasco, e também ajudá-lo a reafirmar que os usuários estão interagindo com o aplicativo da maneira que você os previu. Na análise, certifique-se de que você inclua um registro de falhas para que você entenda o que está dando errado ao seu aplicativo quando ele é usado fora do ambiente de teste, no mercado real.

  1. Incorpore um Mecanismo de Feedback

Além das análises, os comentários de usuários genuínos podem ser uma mina de ouro para você. Ofereça uma oportunidade e um canal para os usuários (e-mail, redes sociais ou qualquer outro) para que possam denunciar quaisquer falhas ou erros que eles encontrem. Quando você tem essa informação dos usuários, você tem uma ajuda para entender o que os usuários gostam sobre seu aplicativo e qual parte é frustrante ou não tão perfeita para eles. Esses comentários dos usuários o ajudarão a correções dos problemas de suporte técnico e também lhe dará uma dica sobre a direção a seguir para atualizações futuras em seu aplicativo. Quando você revisa esses comentários dos usuários, você obtém uma visão de como identificar os recursos exatos que a maioria dos usuários gostaria de ver no aplicativo.

  1. Evite o Interrimper os Usuários

Para um aplicativo gratuito ou baseado no modelo freemium, as notificações push e os anúncios pop-up são de grande importância e valor. No entanto, é importante para o desenvolvedor do aplicativo e a empresa que está recebendo o aplicativo desenvolvido precisa entender que o usuário teria um grande número de aplicativos instalados em seus dispositivos. Muitas notificações push ou pop-ups têm o potencial de se tornar intrusiva e interromper os usuários enquanto eles estão usando seus dispositivos para qualquer função, inclusive usando seu aplicativo. Isso pode arruinar a experiência do usuário e até irritá-los, o que pode levá-los a desinstalar o aplicativo de seu dispositivo. As notificações de envio, embora extremamente úteis, têm o potencial de interromper o fluxo contínuo do aplicativo. É importante empregar discrição ao enviar as notificações push e garantir que as notificações transmitam informações relevantes e conteúdo valioso para o usuário.

  1. Siga os Guia de Regras das Lojas de Aplicativos

As duas principais plataformas Android e iOS têm cada um seu conjunto definido de diretrizes para os desenvolvedores se referirem e consultam à medida que começam o processo de desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis. Essas diretrizes podem desempenhar um papel instrumental em ajudar os desenvolvedores durante todo o processo de construção de um aplicativo móvel. Dependendo da plataforma que você escolher para desenvolver um aplicativo, o desenvolvedor do aplicativo teria à sua disposição um conjunto detalhado de diretrizes a serem seguidas. Não seguir estas diretrizes pode levar a que a rejeição do seu aplicativo pela loja de aplicativos. Por exemplo, se você desenvolvesse um aplicativo que extraia informações pessoais altamente sensíveis e detalhadas, ou se ele tivesse um nome semelhante para a Apple, o aplicativo seria rejeitado diretamente.

  1. Atualizações

A mudança é permanente, um adágio que é válido especialmente para o mundo digital em rápida evolução. O software, as plataformas de aplicativos, os dispositivos, os designs de UI e muito mais continuam mudando de tempos em tempos, à medida que novos desenvolvimentos se encaminham ao mercado. Para manter a experiência do aplicativo e o envolvimento dos usuários, é absolutamente importante fornecer atualizações regulares no design da experiência e interface do usuário. Você precisa se mover em conjunto com os dispositivos, software e hardware em desenvolvimento e evolução, caso contrário, você ficaria para trás e tornará-se irrelevante em breve.

Nota de Conclusão

Pode parecer, para um olhar desatento, que o desenvolvimento de um aplicativo móvel é uma tarefa simples, que consiste em um par de telas coloridas que oferece serviços no backend para o consumidor. No entanto, para ter um aplicativo que atravesse a barreira mediana, para se mudar para o cenário de um desenvolvedor de aplicativos incrível, precisa usar uma abordagem simples, mas única. Poderia ser tão simples como colocar a excelente experiência de usuário em alta prioridade e tornar o design amigável ou garantir que a velocidade do aplicativo e o recurso visual do aplicativo sejam justos!

Filed Under: Blog